Capa » Cultura Inglesa » As piores propagandas da Inglaterra

As piores propagandas da Inglaterra

Spread the love

Uma propaganda do KFC com pessoas cantando de boca cheia foi eleita a pior da historia na Inglaterra.

A Advertising Standards Authority, a agencia Britânica que cuida de propagandas na TV, revelou a lista dos piores comerciais mostrados no Reino Unido nos últimos 50 anos.

A propagando do KFC de 2005 recebeu 1,671 reclamações – a maioria sobre o incentivo ao péssimo habito de falar de boca cheia.

[iframe src=”http://www.youtube.com/embed/28Enrrh9XOA” frameborder=”0″ allowfullscreen]

O segundo maior numero de reclamações foi sobre o canal de compras Auction World television, que não enviava os produtos e enganava o consumidor.

O Paddy Power de 2010, que mostra um gato sendo chutado ao longo de um campo de futebol por um jogador de tapa-olho ficou em terceiro como propaganda mais odiada.

A lista comemora os 50 anos da Advertising Standards Authority, que controla os padrões de propagandas no Reino Unido e recebeu em torno de 431,000 durante sua história.

Um comercial do Partido Cristão de 2009, que dizia: “Deus definitivamente existe. Entre para o Partido Cristão e aproveite a vida” recebeu 1,204 reclamações.

A campanha pelo uso de preservativos de 2010 que mostrava o Papa usando um capacete e o slogan: “O décimo primeiro mandamento: Use camisinha” ficou em quinto.

Segundo o ASA: “Nossa missão para os próximos 50 anos é a mesma: manter propagandas na Inglaterra descentes, honestas e verdadeiras.”

O Brasil bem que podia ter uma autoridade assim.

http://www.asa.org.uk

Check Also

são jorge

Quem é o santo padroeiro da Inglaterra?

Spread the loveApesar de não ser Inglês, o santo padroeiro da Inglaterra, que também dá ...

Going Dutch

Spread the loveNo programa First Dates, um senhor gerou polemica nas redes sociais por propor ...

Um comentário

  1. Fernando Castro

    na realidade, o Brasil possui e funciona extremamente bem.
    É o CONAR, Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *