Capa » Cultura Inglesa » Gola Tudor: A história do colarinho bufante

Gola Tudor: A história do colarinho bufante

As Golas Tudor de 1500 são com certeza uma das peças mais excêntricas da moda Inglesa de todos os tempos. Conheça sua história.

Elizabeth I usando uma Tudor Ruff
Elizabeth I usando uma Tudor Ruff

Tudo começou com uma gola simples, mas essa verdadeira juba de tecido acabou crescendo se tornando cada vez mais mais elaborada, se tornando um dos maiores símbolos da época e servindo de aviso sobre os extremos da moda na Inglaterra.

Detalhe de uma gola masculina
Detalhe de uma gola masculina

A Tudor Ruff é uma gola circular feita de camadas de tecido plissados, usada por ambos os sexos: Em mulheres, a gola geralmente cobria o pescoço, queixo, ombros e decote, enquanto nos homens só cobria o pescoço e os ombros.

A qualidade de um colarinho era um imenso sinal de status para a sociedade Inglesa da época: Por serem usados tanto ​​por aristocratas quanto pelo proletariado, a qualidade do material variava bastante.

Na aristocracia, as golas eram feitas de lawne ou camerick, ambos tipos de linho muito finos e caros.

As golas bufantes das mulheres da alta sociedade eram decoradas com rendas, ouro, prata e seda fina, muitas vezes com enfeites para representar o sol, a lua e as estrelas.

Para os pobres, o Ruff era um colarinho feito de tecido barato, que provavelmente irritava da pele, mas tudo em nome da moda.

Retrado de uma gola tudor em 1628
Gola Tudor em 1628

A primeira vez que os colarinhos bufantes entraram na moda foi em 1560, como um simples acessório medindo aproximadamente 9 centímetros de largura por 6 de profundidade. Essa gola era conhecida como cartwheel ruff ou fan-shaped ruff, colarinho de roda ou colarinho de leque.

À medida que as golas se tornaram maiores e mais bufantes, passou a ser necessário usar uma armação de metal na parte de trás do pescoço para segurar o colarinho no lugar.

Laços e cordas eram colocados na abertura da gola para prendê-la ao redor do pescoço, com vários alfinetes para segurar a estrutura toda no lugar certo.

No extremo da moda dos colarinho, cada um poderia ter até cinco metros de tecido plissado. Os alfinetes eram uma parte tão essencial do vestuário no reinado de Elizabeth I, que a indústria de alfinetes na Inglaterra se tornou mundialmente conhecida.

Limpar uma Tudor Ruff estava longe de ser uma tarefa simples. Para manter essa peça de vestuário tão importante em bom estado, era necessário uma lavagem delicada e muita goma para mater todo aquele tecido de pé.

Felizmente, a Tudor Ruff foi substituída por um colarinho mais simplesno reinado de James I, mas pode-se dizer que a gola bufante abriu o caminho para tudo o que se usou no pescoço na Europa desde então.

Crianças com gola tudor
Nem as crianças escaparam da moda das golas tudor

Como fazer uma gola bufante de papel (em Inglês)

Check Also

IMG_3186-0.PNG

Mother’s Day – O Dia das Mães na Inglaterra

Conheça as tradições Inglesas do Mothering Sunday, o Dia das Mães, celebrado no 4º domingo ...

invenções Britânicas

10 Invenções Britânicas que Mudaram o Mundo

A Grã-Bretanha é berço dos maiores cientistas, matemáticos e inventores da história. Conheça a lista ...


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/content/37/8844237/html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273