Capa » Noticias da Inglaterra » Sem-teto vive escondido na biblioteca de Cambridge por 6 semanas

Sem-teto vive escondido na biblioteca de Cambridge por 6 semanas

Um sem-teto de meia idade conseguiu se esconder por 6 semanas na famosa biblioteca da Universidade de Cambridge, que abriga alguns dos livros mais valiosos do mundo.

biblioteca de cambridge
Sem-teto? Se você for esperto o suficiente, pode viver aqui entre os livros mais importantes do mundo.

Um homem sem-teto viveu escondido por mais de 6 semanas em um dos locais mais importantes de toda a Inglaterra – a biblioteca universitária de Cambridge.

O homem, que é desempregado e sem-teto, conseguiu driblar a segurança e morar confortavelmente na biblioteca da faculdade de St John, Cambridge, onde volumes originais de Isaac Newton e Stephen Hawking estão guardados.

Acredita-se que ele tenha seguia alunos até o prédio à noite e se escondia dos seguraças até o dia seguinte por quase 2 meses.

Ele foi pego pelos porteiros na faculdade e convidado a se retirar depois não conseguir provar que ele era um estudante da faculdade.
Ele não foi visto desde então.

Um aluno de Cambridge disse no Twitter que o homem estava “vivendo sob o radar” por mais de seis semanas.

A porta da frente da Biblioteca não conta com seguranças durante o horário de aulas e os estudantes podem entrar e sair 24 horas por dia, sete dias por semana, usando um cartão de acesso.

Um porta-voz para da Universidade de Cambridge disse: “A presença de um homem na biblioteca foi relatada por nossos porteiros que lhe pediram para sair quando ele não foi capaz de identificar-se como um estudante. Ele não foi desde então”.

http://www.cam.ac.uk

Check Also

coruja1

Roy Hodgson tem cara de coruja

Roy Hodgson – O técnico da seleção Inglesa e sua incrível semelhança com uma coruja.

Rich_list

Os mais ricos da Inglaterra 2014

Londres é a capital com o maior número de bilionários do mundo. Conheça os mais ...


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/content/37/8844237/html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273