Capa » A Inglaterra » Historia » Zumbis e canibalismo na Inglaterra Medieval

Zumbis e canibalismo na Inglaterra Medieval

A Inglaterra Medieval era cercada de monstros e mitos. Conheça algumas das tradições mais sangrentas dos Ingleses da Idade Média.

execução na Inglaterra

Ao contrário de culturas como a Egípcia, que procurava conservar seus mortos para a vida eterna, os Britânicos medievais preferiam mutilar cadáveres para evitar que eles voltassem à vida como zumbis.

Restos mortais de Britânicos do século II, uma época antes da invasão do Império Romano onde o Reino Unido ainda era pagão, mostram cabeças separadas dos corpos depois da morte.

O povo Celta acreditava que cortar a cabeça de um cadáver impediria que o mesmo retornasse como um morto-vivo, mas a tradição continuou até que uma lei baniu a prática no século XIX.

Com a chegada do Cristianismo, a doutrina da Igreja se tornou lei, e o povo passou a acreditar que assim como Jesus, cadáveres poderiam ressuscitar do reino dos mortos.

Os Ingleses da Idade Média também acreditavam que corpo e espirito eram ligados por uma força vital, que poderia ser extraída e usada como remédio.

Canibalismo na InglaterraO canibalismo medicinal era comum e pessoas doentes se aglomeravam em execuções publicas para beber o sangue e consumir as vísceras dos condenados.

Uma pessoa jovem carregaria consigo uma maior quantidade dessa força vital, correspondente aos anos que o indivíduo ainda tinha para viver. Essa crença levou pessoas como o Rei Charles II, a Rainha Mary e até o papa Inocente VII à beberem sangue de crianças para absorver sua vitalidade.

Essa força vital também fazia com que corpos sangrassem na presença de seu assassino. Essa técnica foi retratada na peça de Shakespeare Richard III, e teve poder legal na corte Inglesa até meados do século XIX.

Pragas e doenças seriam espalhadas por cadáveres impuros. Suicidas, vitimas de assassinato e qualquer um que morresse sem se confessar e receber a extrema unção de um padre poderia continuar assombrando os vivos.

Para evitar que esse corpo impuro continuasse vagando como zumbi e perseguindo os desafetos do defunto em vida, estacas eram cravadas no coração do morto. Túmulos eram saqueados pela população e cadáveres mutilados quando se acreditava que o falecido pudesse voltar.

Foi apenas em 1823 que uma lei baniu essa prática, mas documentos mostram que os rituais aconteceram ilegalmente na Inglaterra até o inicio do século XX.

condenado sendo examinado na Inglaterra

Veja também:

As 10 Leis Mais Loucas de Londres

As Penas Mais Estranhas da Justiça Inglesa

Fonte: Gods and Monsters – Tony Robinson

Check Also

ww1-pic

10 Coisas que você precisa saber sobre a I Guerra Mundial

peste negra

A Peste Negra na Inglaterra

Saiba mais sobre a epidemia de peste negra que matou 1.5 milhões na Inglaterra durante ...


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/content/37/8844237/html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273